“Percebemos que as pessoas estão comendo em casa com maior frequência”

A pandemia do coronavírus tem um impacto extremamente negativo na economia global. Nós da thyssenkrupp também estamos sentindo isso de maneira dramática. Tivemos que reduzir drasticamente ou até suspender temporariamente a produção na maioria das plantas. Especialmente no setor automotivo, onde as fábricas estão temporariamente paradas. Felizmente, a situação na thyssenkrupp Rasselstein é diferente, pois a demanda por embalagens de aço para latas de todos os tipos aumentou durante a crise. Dr. Peter Biele, CEO da Rasselstein, fala em uma entrevista a respeito do desempenho de sua empresa em tempos de pandemia do coronavírus e como sua equipe está lidando com a situação.

As pessoas hoje não estão acumulando somente papel higiênico, mas também alimentos enlatados. Isso pode ser percebido na demanda por aço para embalagens?

Sim definitivamente. A acumulação pode fazer parte disso, mas certamente não é como o papel higiênico, que não está sendo usado a uma taxa mais alta do que a habitual. Mas quando as escolas, restaurantes e cantinas fecham, as pessoas novamente comem mais em casa e com suas famílias e já conseguimos enxergar os efeitos disso. O que também vemos, no entanto, é que recipientes químicos como baldes de tinta etc. por exemplo, estão vendendo bem. Graças às lojas de materiais de construção que estão abertas, as pessoas se ocupam pintando suas paredes.

Quais são suas expectativas para o ano fiscal atual? Quais são as suas prioridades?

Dificilmente é possível prever por quanto tempo a pandemia alimentará uma demanda mais forte. Sabemos que ela não é sustentável, mas poderá continuar por algum tempo. No entanto, é importante não perdermos de vista nossos negócios habituais. Especialmente nestas semanas, porque a alta temporada habitual para nós começa com as primeiras safras - o momento em que vendemos muito aço para embalagens de vegetais enlatados, por exemplo. Até agora, a demanda permaneceu em um nível constante. É bom para os nossos negócios que ainda esteja chovendo normalmente no sul da Europa. Esperamos que a atual falta de chuva no norte da Europa não defina o padrão do verão de 2020. Nossas prioridades são claramente garantir uma produção estável em Andernach. Nosso material é muito procurado e nossos clientes confiam muito em nós. Não queremos decepcioná-los e não faremos isso.

O que mudou em Rasselstein devido às medidas de proteção do coronavírus? Como está o humor de seus funcionários?

Agora está valendo a pena termos há anos tomado precauções para estarmos bem preparados para reagir a cenários de pandemia. Extremamente importante é a nossa equipe de gestão de crises, que se reúne diariamente e toma as decisões necessárias de maneira profissional. Em nossas operações, asseguramos a adesão absoluta às regras de distanciamento e higiene. Cerca de 200 funcionários trabalham em modo home office ou somente nas instalações da empresa, se os escritórios forem ocupados individualmente. Também comunicamos diariamente os “façam e não façam” à nossa equipe. É extremamente importante que todos cuidemos de nós mesmos e de nossos colegas. E, ao mesmo tempo, é importante que nos motivemos em um momento em que muitas coisas estão diferentes e também mais difíceis.

Houve algum caso de coronavírus em sua empresa?

Sim, quatro de nossos colegas foram infectados. Eles não infectaram nenhum de nossos colegas em razão das medidas de isolamento que foram iniciadas imediatamente. Isso mostra o quanto é importante para nós, como empresa, mas também para todo e qualquer indivíduo, lidar com a situação de maneira responsável. Por fim, eu gostaria de enviar uma saudação a todos da thyssenkrupp em todo o mundo: Mantenham-se saudáveis!

A thyssenkrupp Rasselstein é um dos principais produtores mundiais de aço para embalagens de alta qualidade e usinagem de precisão. A unidade de Andernach, na Renânia-Palatinato, é a maior planta de produção do mundo. Produz 1,5 milhão de toneladas de aço para embalagens por ano. Os aproximadamente 2.400 funcionários atendem cerca de 400 clientes em 80 países em uma variedade de mercados, incluindo fabricantes de latas de alimentos e de pet food, latas de bebidas e aerossóis, recipientes para produtos químicos e técnicos, como tintas, bem como tampas de coroa e de parafusos.